sábado, 31 de outubro de 2015

SemConsenso. Banda desenhada, ilustração e política


Inaugura no Sábado, às 16h, no Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira, a exposição SemConsenso. Banda desenhada, ilustração e política, comissariada por Pedro Moura.

Trata-se de uma mostra de trabalhos que compreenderá banda desenhada publicada em livros, jornais, revistas, publicações de vário cariz, assim como ilustrações editoriais, cartoons, e outros objectos menos comuns que, de uma forma ou outra, “abrem um novo espaço da política” (…). É uma constelação que não tem respostas nem pretende seguir os caminhos já trilhados ou pré-preparados para a “discussão séria”. Bem pelo contrário, são colocadas muitas perguntas. 

Esta exposição contará com a presença de trabalhos dos seguintes autores, de forma mais alargada ou mais concentrada: Alice Geirinhas, Álvaro Santos, Amanda BaezaAntónio Jorge Gonçalves, Bruno BorgesCarlos Pinheiro, Cristina Sampaio, Daniel Seabra Lopes, João Fazenda, José Feitor, José Smith Vargas, JuciferMarco Mendes, Marcos Farrajota, Marriette ToselMiguel Carneiro, Miguel Rocha, Nuno Saraiva, Nuno Sousa, Pepedelrey, Tiago Baptista e ainda mural de Pepedelrey & André Lemos.

Jucifer e Tiago Baptista


Zona de Desconforto à mostra...
Cristina Sampaio nas casas de banho do museu

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Don't in vitro

Os Don Vito já tocaram mais vezes em Lisboa do que uma banda portuguesa qualquer com menos de um ano de existência. Vieram mais uma vez, no Sábado passado deixando a malta no Damas surdo de tanta energia barulhenta que este noise rock power trio germânico despeja. São máquinas oleadas os cabrõezinhos!
E claro comprei o último LP Comment Ca Va Light My Fire (Head; 2015) que não aquece nem arrefece estar a ouvi-lo em casa, é estranho não é? Mas a verdade é que há bandas que resultam é ouvi-las ao vivo do que em registo fonográfico. Impossível dizer que os 21 minutos do disco sejam maus ou mal-gravados (pelo contrário!) é só porque um gajo que já ouviu tanto Lightning Bolt e Melt Banana, a dada altura mais uma banda do género não oferece muito apego sentimental. De resto, quando Don Vito voltar a tocar em Lisboa, lá estarei eu sem falta!!!

ccc@BD.Amadora.2015



Este ano a Associação Chili Com Carne vai estar representada na BD Amadora com um stand próprio no âmbito da exposição do Zona de Desconforto que ganhou um prémio deles no ano passado... para além do nosso catálogo queremos fazer desta situação uma mostra da edição independente portuguesa de forma a influenciar a organização a ter mais atenção a este fenómeno no futuro - afinal toda a produção de qualidade tem vindo deste micro-cosmos e não das editoras oficiais e/ou profissionais.

Não iremos pagar o stand com numerário mas em géneros - livros que serão colocados na Bedeteca da Amadora para consulta (e empréstimo?) ao público. Como custos teremos os custos de representação de quem estiver lá presente a cuidar / vender nos fins-de-semana do Festival, a saber dias 23, 24, 25 e 31 de Outubro e 1, 6, 7 e 8 de Novembro

O pagamento desses custos será feito com 50% das vendas da CCC e outras percentagens das outras publicações que será feita da seguinte forma:
zines < 5 euros - 0% de consignação sobre a venda / oferta de um exemplar para a Bedeteca da Amadora (o número de ofertas fica ao critério do editor)
zines > 5 euros - 20% sobre venda / oferta de exemplar ao critério do editor
livros de tiragem limitada / produção artesanal - 20% / oferta ao critério do editor
livros / produção profissional - 30% / oferta ao critério do autor

Contamos já com as participações de Façam Fanzines e Cuspam Martelos, Mike Goes West, MMMNNNRRRG, O Panda Gordo, Rodolfo Mariano, Ruru Comix, Tiago da Bernarda, Xavier Almeida,... Contactem-nos via e-mail: ccc@chilicomcarne.com para combinar entrega de material, sugestões e dúvidas.

Reservamos o direito de não aceitar o material durante o evento por motivos logísticos - e pelos mesmos motivos, não podermos fazer os descontos aos sócios da CCC in loco, pedimos desculpa pelo incómodo mas tem de compreender a carga de trabalhos que é manter uma estrutura destas.

Aproveitamos para noticiar também que haverá uma sessão de autógrafos de Dileydi Florez, Francisco Sousa Lobo e Ondina Pires - autores que participam nas antologias Zona de Desconforto e Lisboa é Very Very Typical - no dia 25 de Outubro, e uma visita guiada por Marcos Farrajota à exposição do Zona de Desconforto no dia 1 de Novembro, às 15h. + informações no programa do festival...

Gracias very muchas!

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Desconforto na Amadora
































Fotos retiradas aqui
Amanhã inaugura...

ccc@doclisboa.2015


Mais uma vez a Associação Chili Com Carne regressa ao DocLisboa com exposição comercial de livros nossos que estejam na senda do "documentário" em BD.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

zona.de.desconforto@time.out


Um recorte de imprensa que a Camarada Ondina nos forneceu no outro dia.
É do exposição da BD Amadora...

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Ontem, a festa dos 20 anos da Chili Com Carne foi mesmo a partir!

Ontem foi festão!!!! Contratamos os egípcios E.E.K. e DJ Quesadilla para comemorar os 20 anos reais da Associação Chili Com Carne na Galeria ZDB, de que desde já agradecemos profundamente pela excelente recepção, e também temos de declarar um agradecimento enorme aos músicos que foram maravilhosos! Os dois bateristas e o gajo dos teclados mostraram o que é música neste país de pichas-moles e como sempre o Quesadilla não perdoa no pé de dança!

Apareceu muita gente, muitos sócios da Chili, desde o Camarada Fonfon ao Jibóia, tal como estavam também também presentes alguns VIPs (very important punks) como os artistas Walt Thisney, João Fonte Santa, Brick Duna, Daniel Dias, makearevolution, Max Tilmann e Xavier Almeida - que se fez sócio, é o 163! E músicos como o gajo de Acid Acid, Allen Halloween, dois "bros" de Black Taiga e a Ana (ex-Baton Rouge e outros mil projectos). E claro muitas flausinas, "bichas-da-coca", freak chics que compõe a fauna de uma noite habitual da ZDB.

Obrigado a todos que apareceram e ainda mais a todos os apoiantes desta associação única em Portugal. Nestes 20 anos conseguimos bom amigos em ambientes hostis ao nosso programa editorial e artístico. A todos os artistas, autores, bibliotecas, críticos, doidos, editores, empresas, escolas, fanzines, festivais, galerias, impressores, instituições, jornalistas, lojas, museus, músicos, okupas, organizações, programadores e web-people que nos tem apoiado: o nosso grande abraço!

É isso, chega de cenas lamechas!


foto: A. Kiala
PS - Ei! E o "boss" da ZDB, o Natxo, ainda ofereceu champagne aos sócios da "Txili"! Gracias!

PPS - Temos recebido algumas queixas de alguns sócios e amigos de não terem recebido os convites para esta festa "pública-secreta". Foi provavelmente por causa de uns problemas com o servidor que não receberam, lamentamos o sucedido mas em 2017 podemos comemorar mais 20 anos - desta vez os "oficiais" porque só a 22 de Abril de 1997 é que um Notário se dignou a aceitar o nosso pedido de formação de associação... tempos estranhos aqueles, os anos 90!

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Pénis Assassino // últimos 100 exemplares

autor: Janus

ed.: Dr. M.F., graf.: Engª. J.P., trad.: Profª. R.F., txt.: Psiq. J.C.
ISBN: 978-972-98527-8-7

Sinopse: nova BD bruta do Janus!!! Francisco tem uma maldição de uma bruxa ciumenta... o seu pénis mata com quem fazer "o amor"... pornochachada com forte narração, crítica e repúdio social como só este autor portuense consegue fazer.
Folheamento do livro AQUI


Historial: Lançado na Festa dos 10 anos da MMMNNNRRRG (Maus Hábitos, Maio 2010) e na XVI Feira Laica (Bedeteca de Lisboa, Junho 2010) ... Top 4 of best Portuguese Comics 2010 (Pedro Moura / Paul Gravett) ... nomeado para Melhor Publicação Independente (!?) nos Troféus Central Comics 2011

Feedback: uma história entre o horror e o sexo contada em tons escuros, condizentes com a morte que cruza todo o livro João Morales / Os Meus Libros ... Thanks for the comics, really great stuff (...) good to know he is still going strong Christopher Webster ... O leitor oscilará onde melhor encontrar o seu próprio equilíbrio, numa obra que pretende retratar os muitos desequilíbrios que espreitam a cada momento das nossas relações, estas mais símias, aquelas mais humanas. Pedro Moura / Ler BD ... In many aspects, as in his previous work, there is quite probably a very strong yet disguised autobiographical penchant. Catholic upbringing, sexual experiences and too many comics bring into formation this weird tale (Binky Brown meets The Killer Condom, perhaps). Pedro Moura in Paul Gravett site ... Um dos melhores autores portugueses (...) faz uma tangente à escatolologia pura. É sobretudo, e contra todas as aparências, uma obra púdica. E também misógina (é inevitável citar Robert Crumb). (...) A bela edição (...) realça o conteúdo com uma apresentação sóbria, mantendo uma estratégia comum na editora de usar traduções em inglês no rodapé, de modo a permitir a comercialização internacional do livro. Só se espera que ajude Janus a perturbar mais gente, em mais sítios. João Ramalho Santos in JL ... Penis Assassino is gloryfied trashiness, it reminds me of ultracheap horror comics from my childhood, the ones I did not dare to buy then... Strange stuff. Obsessive. Marcel Ruijters 
....
Do mesmo autor: O Macaco Tozé (MMMMNNNRRRG, 2000) e ainda participação em Mutate & Survive (Chili com Carne, 2001)

exemplos das primeiras páginas:

segunda-feira, 12 de outubro de 2015