quinta-feira, 14 de junho de 2018

Marcos Farrajota @ Jornadas de Editores e Livreiros Independentes @ Tigre de Papel

Na TIGRE de PAPEL, às 18h30, entrada livre
– Pequenos editores: diversidade e autonomia

Tanto a actividade livreira como a actividade editorial têm, nos últimos tempos, sido objecto de inúmeras discussões. Por um lado, a crescente tendência para a concentração em dois grandes grupos tem determinado cada vez maiores dificuldades em manter, em condições de sustentabilidade, muitos projectos livreiros e editoriais, com consequências óbvias para a diversidade que necessariamente deve caracterizar este sector.

Nos últimos anos, também em consequência das profundas alterações que têm ocorrido no tecido económico e social das grandes cidades, as notícias de encerramento de livrarias vêm-se sucedendo. O mesmo tem acontecido com algumas editoras emblemáticas que, recusando-se a ser engolidas pelos grandes grupos, deixam de ter condições para manter a sua actividade. Por outro lado, também é verdade que, apesar de tudo, há hoje no panorama livreiro e editorial um conjunto de projectos independentes que se mantém, com assinalável dinamismo, furando a lógica da concentração.

Tendo como pano de fundo a complexa intersecção destes fenómenos, a livraria Tigre de Papel propõe estas jornadas com o objectivo de juntar editores e livreiros independentes para discutir o estado da arte do sector, identificar problemas, trocar experiências, etc.

Juntamo-nos no dia 14, na Tigre de Papel, em dois painéis:

- 18h30 – Pequenos editores: diversidade e autonomia. Com a participação de Rui Lopo (investigador e um dos tradutores de O Negócio dos Livros, de André Schiffrin), Mariana Pinto Dos Santos (Pianola Editores e Edições do Saguão), Marcos Farrajota (Chili com Carne) e Lurdes Afonso (Antígona - Editores Refractários)

- 21h30 – As livrarias independentes e o negócio dos livros. Com a participação de Bernardino Aranda (Tigre de Papel), José Tavares (Círculo das Letras), João Coimbra Oliveira (Livraria Linha de Sombra) e José Ribeiro (Espaço Ulmeiro e um dos dinamizadores da recente Carta Aberta para Sair da Crise no Sector do Livro e da Leitura)

Sem comentários: