quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

LUCRÉCIA ::::::::::::::::::::: ESGOTADO

Lucrécia é um romance (vanguardista se a palavra não tivesse caído em desuso) de Rafael Dionísio.

Trata-se de uma viagem fabulosa, alucinante, aos mundos de uma personagem chamada Lucrécia (tenha ela os nomes que tiver).

É uma história inteligente, mordaz, irónica, por vezes emotiva, perturbadora e/ou excessiva. É um livro que destila, para além álcool, cultura por todas as páginas, num furor e alegria discursiva únicos e absolutamente ímpares na cultura portuguesa.

#
Lucrécia(anti)romance de Rafael Dionísio
5º volume da Colecção CCC
252p. 21x14,5 cm, edição brochada
ISBN: 972-98177-8-2

#
Excerto: - julgas que vou arranjar trabalho agora? ano novo vida nova menino. agora estou em férias. foda-se. digo montes de palavrões. há homens que não gostam. fica feio dizer palavrões. – suspira. amachuca o maço de tabaco. chesterfield lights. cofia o cabelo no meio da testa, por cima do amarelo, com o dedo indicador. está a pensar. a sentir-se observada. a sentir-se um bocado animal de laboratório. hoje não está maquilhada. dantes pintava-se muito mais. ainda bem que agora tem menos estuque na cara.


#
Rafael Dionísio nasceu em 1971, é autor de uma já bastante razoável produção literária além de ser um senhor de vastos recursos estilísticos/literários apresentando obras com um carácter multi-dimensional e proteico.

#
Feedback: Dionísio sintetiza, de forma inovadora, uma longa tradição cultural ocidental, as matizes culturais Clássica e Judaico-Cristã entrelaçadas no estilhaçar de personalidade característico do pós-Modernismo (...) 4 (pontos em 5) Underworld / Entulho Informativo

#
Historial: 20 de Maio 2005, lançamento lisboeta no Monte, juntamente com a Imprensa Canalha27 de Maio, lançamento leiriense com Samizdata Club @ Cinema Paraíso; 16 de Junho, lançamento branquense (Albergaria-A-Velha) no Colinas Bar, com unDJ GoldenShower22 de Julho, lançamento bracarense com Samizdata Club @ Velha-a-Branca.

2 comentários:

Prince Uecalélé disse...

edição brochada?!

mmmnnnrrrg disse...

qui porcaria princípi!!!